Burburinho 8ª Edição

Feliz, enrolada e mega ansiosa. Esse domingo tem Burburinho!!!

10675636_829431583817816_1277880368296181563_n

Feliz porque eu adora participar deste evento. Devido ao meu trabalho é natural que eu acabe participando de feiras e bazares, porém nenhum deles é tão especial para mim como este.

Para quem não conhece, a Burburinho é uma feira criada por um grupo de amigas empreendedoras que sentia falta de um evento que reunisse moda, gastronomia, decoração e arte voltados para o universo infantil.

É um evento para família que oferece oficinas divertidas para as crianças e uma gama de atrações e atividades culturais como pecinhas de teatro, música, contação de histórias, pintura e todo tipo de recreação envolvente.

burburinho

Enrolada porque semana pré bazares são sempre de muito trabalho por aqui.

E ansiosa porque para mim a Burburinho é mais que uma feira, é um local de alta vibração energética. Estou doida para rever os amigos, trocar ideias, fofocar bastante e conhecer novas pessoas.

burburinho feira

Porquê Burburinho é tudo isso, misturado e mais um pouco.

Quando: Dia 12 de Abril

Onde: Rua das Palmeiras,35 – Botafogo

Que horas: De 10h às 19h

Fotos: Dani Ennes- Potografia

A mente infantil e os chapéus de fada

A mente infantil é realmente fascinante, né?

Ontem eu estava fotografando os novos chapéus de fada para colocar na loja virtual e me lembrei de uma situação que aconteceu com minha irmã há algum tempo atrás.

chapéu de fada

Sempre que pode, minha irmã Raquel me ajuda nas feiras e bazares que participo. Uma das primeiras coisas que ela faz logo que chega é colocar um acessório de fantasia. Ela costuma dizer que é para as pessoas visualizarem melhor, particularmente eu acho que o que ela diz é apenas desculpa. Se ela pudesse mesmo, ela sairia todos os dias fantasiada pelas ruas. Bem seja por puro altruísmo ou por não ter perdido sua criança interior o fato é que é comum encontrá-la seja com a coroa de flores, uma trança, as vezes até asinhas nas costas. Nesse dia foi o chapéu de fada.

Pois bem, enquanto eu estava conversando com uma cliente a filha desta espiava fascinada minha irmã por baixo das fantasias da arara. Ao perceber que a menina a espiava, minha irmã se abaixou e disse:

– Oi, tudo bem? Qual o seu nome?

E a menina continuava a olha-la deslumbrada.

– Meu nome é Raquel e o seu? – ela tentou novamente.

– Não – disse a menina

-Não?

– Você é a fada madrinha. Fada madrinha da Cinderela –  a menina afirmou encantada.

1374858_566384550100534_820250659_n

(Eu e Raquel – foto: Dani Ennes Photography)

Então tá, né? Existe forma melhor de saber que atingiu seu objetivo? Fascinar, encantar, enfeitiçar. Pequenos e grandões. É também acho que não.

Ah, os chapéus já estão disponíveis na loja virtual.

O que significa estar presente online + Hashtags

Ei pessoal!!

Como eu disse aqui no inicio do ano, uma das minhas metas para 2015 é estar mais presente online. Pode parecer uma meta simples para muitos. Mas para mim é uma das mais complicadas que coloquei para mim. Estar online para mim requer;

  • Exposição – requer que eu me exponha mais, e o que eu estou fazendo no momento.
  • Constância – não faz muito sentido estar online se eu não fizer disso um exercício diário.
  • Conteúdo – se eu for dá a cara para bater todo dia, com certeza não será compartilhando vídeos de gatinhos. eu preciso ter o que mostrar. E para ser sincera tem dias que não quero falar nem com a minha mãe.

Mas eu tenho tentado, e estou bastante satisfeita por enquanto. Uma das minhas maiores surpresas nessa cruzado tem sido o Instagram. Vício total, do tipo não vou dormir sem dar uma ultima conferida no dito cujo.

Então eu resolvi propagar meu vício e criei duas hashtags para que vocês possam taguear o atelier e compartilhar comigo suas imagens no Instagram.

  • #lojadanielasantos
  • #fantasiatodia

tag

 

E aí, o que você achou? Já está seguindo o atelier pelo Instagram?

Dia Mundial da Oração + Forjando a Armadura

Você sabia que hoje é o Dia Mundial da Oração? Acho cômico que atualmente exista dia de tudo. E como eles acabam se perdendo na correia do dia-dia.

Quando criança eu tinha um livrinho da Turma da Mônica, com orações, dicas de comportamento e boas ações para crianças. Eu lembro que assim que ganhei eu o carregava comigo para onde quer que fosse. Com o tempo ele acabou se perdendo em algum lugar.

Mas nunca me esqueci da oração do anjo da guarda.

“Meu anjo da gurda,

Meu bom amiguinho

Me leve sempre

Pelo bom caminho”

Durante a adolescência orar, só quando eu era obrigada. Ou naqueles momentos de desespero total.

Do medo quero arrancar odomínio e dá-lo

Porém ultimamente eu tem estudado bastante sobre espiritualidade e a oração tem novamente se tornado uma prática no meu cotidiano. E eu quero aproveitar o dia de hoje e compartilhar aqui um texto do Rudolf Steiner que fala ao meu coração como se fosse uma oração.

FORJANDO A ARMADURA  

“Nego-me a me submeter ao medo
que me tira a alegria de minha liberdade,
que não me deixa arriscar nada,
que me torna pequeno e mesquinho,
que me amarra,
que não me deixa ser direto e franco,
que me persegue, que ocupa negativamente minha imaginação,
que sempre pinta visões sombrias.

No entanto não quero levantar barricadas por medo
do medo. Eu quero viver, e não quero encerrar-me.
Não quero ser amigável por ter medo de ser sincero.
Quero pisar firme porque estou seguro e não
para encobrir meu medo.

E, quando me calo, quero
fazê-lo por amor
e não por temer as
conseqüências de minhas
palavras.

Não quero acreditar em algo
só pelo medo de
não acreditar.
Não quero filosofar por medo
que algo possa
atingir-me de perto.
Não quero dobrar-me só
porque tenho medo
de não ser amável.
Não quero impor algo aos
outros pelo medo
de que possam impor algo a mim;
por medo de errar, não quero
tomar-me inativo.
Não quero fugir de volta para
o velho, o inaceitável,
por medo de não me sentir
seguro no novo.
Não quero fazer-me de
importante porque tenho medo
de que senão poderia ser ignorado.

Por convicção e amor, quero
fazer o que faço e
deixar de fazer o que deixo de fazer.

Do medo quero arrancar o
domínio e dá-lo ao amor.
E quero crer no reino que
existe em mim.”

 

E você tem alguma oração preferida?

Varinhas de Condão + Embalagem Ecologicamente Correta

Semana passada eu recebi uma encomenda de 20 varinhas de condão para  serem oferecidas como lembrancinha em uma festinha infantil.

IMG_20150224_105307

Quando eu já estava em produção a minha cliente Ivana me manda um email me perguntado qual o material do embrulho. Pois o local da festa não aceitava embrulhos ou outros enfeites que não fossem biodegradáveis.

Eu nem preciso dizer que sim, eu utilizo embalagens plásticas nas lembrancinhas.

varinhas de condão

Após um pânico momentâneo eu me lembrei que tinha uns envelopes de papel craft que adoro. E que normalmente já utilizo como embrulho em feiras e encomendas maiores. Aliás em eventos eu sempre utilizo embalagens e sacolas de papel craft. Eu realmente não sei porque no caso das lembrancinhas eu normalmente utilizo plástico.

Com os envelopes devidamente cortado e colados no tamanho correto, eu achei que eles precisavam de um algo mais para que ficassem com cara de festa.

embalagem craft

Foi então que eu me lembrei de um jogo de carimbo que ganhei da minha irmã a anos atrás. E que nunca havia utilizado! E vamos lá carimbar o mundo, ou melhor os envelopes.

E para dar um toque final, fiz uns lacinhos com cordão cetim multicolorido que comprei de impulso da ultima vez que fui a Caçula. Mas ainda não havia encontrado uma função para ele.

E aqui estão as embalagens biodegradáveis.

embalagem biodegradável

Super fofas, não? Eu gostei muito do resultado final.

E você o que achou? Tem alguma outra ideia de embalagem biodegradável para lembrancinhas?

Compartilha comigo.